Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Webwriting - Entrevista Exclusiva com Bruno Rodrigues

Notícias

Webwriting - Entrevista Exclusiva com Bruno Rodrigues

Bruno Rodrigues fala em entrevista exclusiva, no Webwritersbrasil's Blog, sobre as técnicas de escrita para a web e outros assuntos relacionados a textos para a mídia digital.

publicado: 16/03/2011 09h38 última modificação: 17/05/2016 14h55

Bruno Rodrigues é jornalista e publicitário e autor dos livros “Webwriting – Pensando o texto para a mídia digital” e “Webwriting – Redação & Informação para a web”. Pesquisa sobre webwriting desde 1995, ministra cursos e dá palestras sobre o tema desde 2000.

Destaques:

“Muito cuidado: texto para a mídia digital só existe um (…) muitos divulgam maneiras ‘diferentes’ de escrever para blogs, para o facebook, para o twitter (…) Tirando uma ou outra questão é o mesmíssimo Webwriting utilizado em sites e portais. É bom tomar cuidado com o que se lê por aí.”

“Meu segundo livro é a evolução natural do primeiro (…) as obras são complementares. ‘Webwriting – Pensando o texto para mídia digital’ foi consumido por um mercado que tinha acabado de nascer, enquanto ‘Webwriting – Redação & Informação para a web’ encontrou profissionais de uma área já amadurecida (…) Não haverá nada mais a falar sobre Webwriting? Claro que sim, seria burrice minha dizer isso – mas hoje o Webwriting mistura-se cada vez mais com outras disciplinas, e é sobre isso que quero falar em um novo livro.”

“Chegamos [no jornalismo online] onde muitos estudiosos de Comunicação Digital apontavam há anos: a redescoberta de que jornalismo é apuração, não importa o meio. É algo tão óbvio, mas desde o início as novidades tecnológicas que se apresentavam ao jornalismo online, acabaram nos cegando bastante. Jornalismo online, hoje, é uma belíssima caixa de ferramentas repleta de aplicativos capazes de tornar a apuração – e é claro, a veiculação da notícia – ainda mais eficiente do que se faz em outras mídias. Aí, sim, toda novidade tecnológica faz sentido.”

“Com a concretização da convergência de mídias, elementos como imagens, áudio e vídeo haviam passado a ser indissociáveis do texto. Webwriting seria o trabalho da boa distribuição destes elementos da informação pelas camadas de um ambiente digital, e ponto final (…) Aí surgiu o blog. E depois as redes sociais. E então o twitter. O texto, então, havia naturalmente voltado a ser o centro das atenções na mídia digital.”

“Você nem imagina a importância do webwriter saber, cada vez mais, contar uma história. A afirmação do storytelling na mídia digital nos últimos anos, e de desdobramentos como o transmedia storytelling, são a prova disso.”

Veja a íntegra da entrevista no Blog