Você está aqui: Página Inicial > Notícias > W3C Brasil cria portal sobre Dados Abertos na América Latina

Notícias

W3C Brasil cria portal sobre Dados Abertos na América Latina

Fruto de projeto criado em parceria com a Cepal, site será lançado nesta quarta-feira em evento no Equador

publicado: 10/10/2012 10h35 última modificação: 26/07/2016 15h38

Contribuir para o desenvolvimento de estratégias de Dados Abertos que levem à prestação de contas, serviços inovadores e à efetividade de políticas públicas, promovendo uma economia do conhecimento mais inclusiva na América Latina e Caribe. Este é o objetivo do projeto Dados Abertos para Políticas Públicas na América Latina e Caribe (OD4D), executado em parceria com o Centro Internacional de Pesquisa e Desenvolvimento do Canadá (IDRC), o W3C Brasil e a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL).

Como forma de permitir o acompanhamento do projeto e a evolução do debate global sobre Dados Abertos, foi criado o Portal do OD4D (http://www.od4d.org/pt/ - link insdisponivel), que será lançado nesta quarta-feira, dia 10 de outubro, em Quito, capital do Equador, durante a reunião preparatória para a IV Conferência Ministerial sobre a Sociedade da Informação da América Latina e Caribe (eLac- http://www.cepal.org/elac/), promovida pela Cepal.

Buscando ampliar o conhecimento sobre Dados Abertos e seu potencial de melhorar a qualidade das políticas públicas na região, o site do OD4D reúne artigos, documentos, vídeos e várias informações sobre o tema. Além de todo o conteúdo gerado a partir do projeto (manuais, guias, artigos científicos, palestras, seminários, oficinas), o site também prevê a participação da sociedade na construção deste conteúdo.

De acordo com Vagner Diniz, gerente do W3C Brasil e que lança o portal em Quito, o canal trilíngue (português, espanhol e inglês) está focado na pesquisa do impacto do uso de dados abertos na formulação de políticas públicas e desenvolvimento econômico local: “A ideia é promover debates, além de gerar e disseminar material sobre o tema. O portal trará cartilhas, manuais e referências a diversos portais espalhados pelo mundo. Ele funcionará como um agregador, um repositório de informações”, esclarece.

Vagner lembra ainda que, embora todo o projeto esteja sendo desenvolvido em conjunto com a Cepal, a gestão e produção de conteúdo do portal ficará toda a cargo do W3C Brasil, que já desenvolve trabalhos de referências em dados Abertos.

Fonte: Site do NIC.br