Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Termina sexta-feira o prazo para participar do Programa TELECENTROS.BR

Notícias

Termina sexta-feira o prazo para participar do Programa TELECENTROS.BR

publicado: 25/03/2010 17h55 última modificação: 26/07/2016 16h16

Termina na sexta-feira, 26, o prazo para que as entidades públicas e privadas sem fins lucrativos possam participar do Programa Telecentros.Br. A iniciativa vai contar com investimentos de R$ 165 milhões no apoio à implementação de três mil centros gratuitos de acesso à internet e no fortalecimento de outras cinco mil unidades em todo o país.

Termina na sexta-feira, 26, o prazo para que as entidades públicas e privadas sem fins lucrativos possam participar do Programa Telecentros.Br. A iniciativa vai contar com investimentos de R$ 165 milhões no apoio à implementação de três mil centros gratuitos de acesso à internet e no fortalecimento de outras cinco mil unidades em todo o país.

O Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades pretende destinar R$ 64 milhões para a aquisição de equipamentos e mobiliário, R$ 27 milhões para o oferecimento de conexão em banda larga, R$ 57,9 milhões na concessão de bolsas para formação de monitores e R$ 16 milhões na implantação de uma Rede de Formação.

As entidades com propostas aprovadas poderão receber kits com dez novos computadores e mobiliário; kits de cinco ou dez computadores recondicionados; além conexão à internet banda larga. Também estão previstas bolsas para jovens monitores no valor de R$ 484,01 (a quantia pode ser dividida em duas, para atendimento de dois jovens no mesmo telecentro) e participação no curso oferecido pela Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital, a ser constituída especialmente para o programa.

As aquisições e a distribuição dos bens e serviços aos telecentros aprovados pela Coordenação do Programa serão feitas de maneira centralizada pelo governo federal, sem repasse de recursos às entidades. As bolsas serão pagas pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e a conexão ficará sob a responsabilidade do Ministério das Comunicações, que também ofertará os novos equipamentos de informática e mobiliário.

Ao Ministério do Planejamento, coordenador executivo do programa, caberá a oferta de computadores recondicionados, em especial para a ampliação do acesso nos telecentros já em funcionamento. Também deverá constituir a Rede Nacional de Formação responsável pela formação dos bolsistas, além de receber as propostas e fornecer orientações sobre os procedimentos de inscrição. As mesmas podem ser obtidas no endereço www.inclusaodigital.gov.br/telecentros - Link indisponivel .

O edital com as regras para participar do Programa Telecentros.Br está disponível na íntegra em: www.inclusaodigital.gov.br/inclusao/telecentros/telecentros - Link indisponivel

Será priorizado o apoio a telecentros localizados nas áreas de atuação das seguintes políticas federais:

  • Territórios da Cidadania (Ministério do Desenvolvimento Agrário);
  • Territórios de Paz/ Pronasci (Ministério da Justiça);
  • Territórios ou unidades de atendimento a povos indígenas (Funai);
  • Comunidades quilombolas, ciganas e de terreiros (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial/PR);
  • Territórios da Pesca (Ministério da Pesca e Aquicultura);
  • Espaços Prioritários da Política Nacional de Desenvolvimento Regional - PNDR (Ministério da Integração Nacional);
  • Áreas de interesse ambiental e Salas Verdes (Ministério do Meio Ambiente);
  • Áreas de investimento em infraestrutura social e urbana do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC e de programas de habitação de interesse social do Ministério das Cidades;
  • Pontos de Cultura (Ministério da Cultura);
  • Áreas de vulnerabilidade em que estejam localizados Centros de Referência em Assistência Social - CRAS e Centros de Referência Especializados de Assistência Social - CREAS (Ministério do Desenvolvimento Social); e
  • Organismos vinculados ao Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres - SPM/PR), entre outras ações já em desenvolvimento.