Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Sistema eletrônico de tramitação de processos é adotado no governo de Minas Gerais

Notícias

Sistema eletrônico de tramitação de processos é adotado no governo de Minas Gerais

Acordo firmado com Ministério do Planejamento permitirá que até 2018 todos os órgãos públicos do estado adotem o SEI

publicado: 16/08/2017 10h20 última modificação: 16/08/2017 10h20
Foto do evento de apresentação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) em Belo Horizonte

Foto do evento de apresentação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) em Belo Horizonte

Foi lançado na sexta-feira (11) o SEI!MG, Sistema Eletrônico de Informações que implanta a tramitação eletrônica de documentos em 10 órgãos do governo de Minas Gerais. Com uma interface amigável, o sistema proporciona economia, agilidade e transparência na tramitação de documentos. A partir de agora, os processos de compras governamentais, consulta jurídica, segurança pública, fiscalização de abastecimento de água e esgoto sanitário, além de toda comunicação oficial (ofícios e memorandos), serão feitos por meio eletrônico.

Com a centralização eletrônica, as trocas entre as pastas ficam mais rápidas. Um documento que precisava ser protocolado e levado entre dois ou mais órgãos agora é enviado e recebido imediatamente. Isso porque o sistema legitima instantaneamente a comunicação e pode ser acessado em celular, tablet ou computador. O termo de acordo de cooperação técnica entre os governos federal e estadual foi assinado no aplicativo do SEI! para smartphones, que está em fase de testes no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP).

O secretário adjunto de Gestão do MP, Cassiano Alves, elogiou o arrojo do executivo estadual em implantar o sistema em tantos órgãos, inclusive alguns estratégicos como os da segurança pública. “A cessão do direito do uso do SEI ao Estado de Minas Gerais ratifica a atenção com que o Ministério do Planejamento vem tratando o tema de modernização e qualificação do gasto no âmbito do país. O compartilhamento de soluções inovadoras entre órgãos, entidades e instituições é condição indispensável para a evolução da gestão na Administração Pública brasileira", ressaltou Cassiano.

O Secretário de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, destacou a parceria do Governo com todos os poderes para a implantação do sistema. “Órgãos da administração direta e indireta e os servidores se empenharam muito para implantar esta inovação na tramitação de documentos. Inovação e criatividade são essenciais em um momento de crise como o que vivemos para que o Estado possa cumprir o seu papel que é simplificar a vida do cidadão, facilitando o acesso à burocracia do Estado, que muitas vezes é inevitável”, disse Magalhães.

“Estamos dando um passo importante na direção de um Estado inovador, criativo e comprometido com a racionalização do gasto público. A adoção do SEI é um avanço que não se resume apenas à tecnologia. É uma mudança de comportamento, de atitude e de paradigmas. Toda a história da administração pública até aqui está registrada em papel, portanto, o que se inicia é uma nova história, uma nova mentalidade e um novo tipo de processo de trabalho, muito menos burocrático e muito mais sustentável”, complementou Helvécio Magalhães.

A previsão é que todos os órgãos do governo de Minas Gerais adotem o novo sistema até 2018. Cerca de 1 mil servidores, que serão os multiplicadores dentro destas instituições, já foram treinados e estão aptos a utilizar a nova plataforma.

Além dos representantes do Governo Federal e Estadual, o evento reuniu autoridades do Ministério Público, Tribunal de Justiça, Tribunal de Justiça Militar e Polícia Militar.

SEI!MG

Criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o SEI é hoje ferramenta oficial do Governo Federal para implantação do Processo Eletrônico Nacional (PEN) (http://www.planejamento.gov.br/pensei). O SEI vem se tornando ferramenta presente em toda a administração pública, amparando-se em características como: inovação, economia do dinheiro público, transparência administrativa, compartilhamento do conhecimento produzido e sustentabilidade.

Com informações da Secretaria de Planejamento e Gestão de Minas Gerais

Foto: Omar Freire/Imprensa MG

Fonte: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão