Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Servidores são orientados a evitar falhas na contratação de softwares

Notícias

Servidores são orientados a evitar falhas na contratação de softwares

Oficina tratou sobre a técnica de análise de pontos de funções

publicado: 29/04/2016 01h00 última modificação: 09/03/2017 15h05

Cerca de 120 servidores participaram hoje (29) da Oficina de Contratação de Software, que ocorreu no auditório do subsolo do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP). O evento teve o objetivo orientar os servidores dos 224 órgãos integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP) a evitarem falhas de contagem de pontos de função nos contratos de desenvolvimento e manutenção de softwares no governo federal.

De acordo com a diretora do Departamento de Governança e Sistemas de Informação (DEGSI), Ana Carolina Degaspari, há uma carência na técnica de análise por ponto de função por parte dos servidores ligados à esta atividade, o que, consequentemente, gera gastos desnecessários. "A realização desta oficina, além de capacitá-los para melhor desenvolvimento do processo, é uma estratégia para garantir uma melhor gestão dos recursos", afirmou a diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI).

A análise de pontos de função é uma técnica para medir projetos de desenvolvimento de software. O objetivo é estabelecer uma medida de tamanho, considerando a funcionalidade implementada, sob o ponto de vista do usuário.

Para a professora de tecnologia do Centro Universitário de Brasília (UniCeub), Angélica Toffano, os processos de contratação de empresas para desenvolver softwares são complexos porque o valor pago pelo governo é diretamente relacionado ao tamanho da solução. "A análise por ponto de função deve ser aplicada corretamente. A partir daí, o governo pode estabelecer um preço justo para o produto", explicou.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.