Você está aqui: Página Inicial > Notícias > São Tomé e Príncipe conhece experiência brasileira de compras públicas

Notícias

São Tomé e Príncipe conhece experiência brasileira de compras públicas

publicado: 06/09/2012 12h19 última modificação: 26/07/2016 15h43

Brasília, 6/9/12 – Representantes de São Tomé e Príncipe conheceram, nesta quinta-feira, 6, a experiência brasileira com compras e contratações de bens e serviços comuns. A administração pública federal utiliza o Portal de Compras do Governo Federal (Comprasnet) como ferramenta para realizar estas aquisições. O Comprasnet é gerenciado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Para o secretário-adjunto de logística e tecnologia da informação, José Renato Correa de Lima, a vantagem deste tipo de encontro está na troca de experiências. De acordo com o Lima, a informatização do processo de compras brasileiro trouxe benefícios para a administração. “É um avanço a utilização da mídia eletrônica para a gestão pública”, disse.

Já o diretor do patrimônio do estado do Ministério das Finanças e Cooperação Internacional de São Tomé e Príncipe, Antônio Aguiar, acredita que conhecer o Comprasnet auxiliará a implantação de um sistema de compras similar em seu país. “As vantagens são imensas, sobretudo na racionalização dos recursos. Permite uma transparência na gestão da coisa pública. E isto é uma boa prática”, relata.

O Comprasnet  foi criado para disponibilizar à sociedade informações referentes às licitações e contratações promovidas pelo governo federal. No sítio, gerenciado pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI), podem ser vistos os avisos de licitação, contratações realizadas, execução de processos de aquisição pela modalidade de pregão e outras informações relativas a negociações realizadas pela administração pública federal direta, autárquica e fundacional.

Atualmente, são criadas mais de 300 licitações por dia no Comprasnet. A maior parte destes processos é feito por pregão eletrônico. A utilização desta modalidade nas aquisições públicas, entre janeiro e junho de 2012, gerou uma economia de 23 % para o governo federal, o que provocou uma diminuição de R$ 2,5 bilhões nesses gastos. O portal recebe 40 mil acessos por dia e suporta cerca de 14.500 usuários simultâneos.

RDC
A implantação do Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) no Comprasnet começa nesta segunda-feira, 10, com o treinamento voltado para o módulo de Divulgação de Compras-RDC. A capacitação será realizada no auditório do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e terá transmissão online pelo Comprasnet.

O RDC eletrônico será disponibilizado em novembro. Já a modalidade presencial do regime e as outras formas de licitação serão implementadas em janeiro.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão