Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rede Nacional de formação para inclusão digital vai formar dez mil pessoas

Notícias

Rede Nacional de formação para inclusão digital vai formar dez mil pessoas

publicado: 18/03/2010 17h57 última modificação: 26/07/2016 16h18

O Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades (Telecentros.BR) vai formar dez mil pessoas em todo o país para atuar em espaços públicos de acesso gratuito à internet. O Governo Federal investirá R$ 16 milhões na implementação de uma Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital, que qualificará oito mil monitores bolsistas do Programa Telecentros.Br e dois mil monitores não bolsistas que atuam nos espaços apoiados pela iniciativa.

Para isso, serão selecionados entidades e órgãos parceiros, os Polos Regionais, que deverão implementar a formação nas cinco regiões do País. Também será escolhido um Polo Nacional que deverá coordenar e supervisionar as atividades desenvolvidas nas regiões. Podem participar da seleção órgãos ou entidades da administração pública direta ou indireta, das esferas federal, estadual, distrital ou municipal, e entidades privadas sem fins lucrativos.

O prazo para o envio de propostas se encerra no dia 9 de abril e a escolha levará em conta a experiência prévia da entidade, capacidade técnica operacional, além da qualidade técnica da proposta e a adequação do orçamento apresentado, que não poderá superar R$ 1,5 milhão por entidade proponente.

O Ministério do Planejamento fará a descentralização financeira dos recursos aos Polos selecionados. Será de 18 meses o prazo para a execução de atividades. As propostas devem ser encaminhadas de acordo com as instruções disponíveis no endereço http://www.inclusaodigital.gov.br/telecentros/rede - Link indisponivel


O curso de qualificação básica para os monitores de telecentros terá 480 horas de duração, que deverão ser ministradas no período de um ano, na modalidade a distância. A formação vai abordar a elaboração, implementação de projetos comunitários; acesso a conteúdos e atividades voltadas para a gestão do telecentro, monitoramento e avaliação; participação comunitária; tecnologia da informação; produção e publicação de conteúdos.

O Curso de Formação de Monitores do Telecentros.BR é o primeiro projeto da Rede de Formação. Os requisitos para participar foram publicados no Diário Oficial da União no dia 10 de março e estão disponíveis na íntegra em http://www.inclusaodigital.gov.br/telecentros/rede - Link indisponivel


Telecentros BR

O Programa destinará R$ 165 milhões para apoiar a implantação de três mil espaços gratuitos de acesso à internet e fortalecer outras cinco mil unidades em todo o país. Serão destinados R$ 64 milhões para aquisição de equipamentos e mobiliário, R$ 27 milhões para oferta de conexão em banda larga, R$ 57,96 milhões na concessão de bolsas para formação de monitores, além dos R$ 16 milhões que serão destinados à Rede de Formação. As iniciativas de inclusão digital interessadas em participar devem encaminhar seus projetos ao Governo Federal até o dia 26 de março por meio do endereço http://www.inclusaodigital.gov.br/telecentros/ - Link indisponivel.