Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Publicação apresenta diagnóstico da Tecnologia da Informação e das Comunicações em órgãos públicos

Notícias

Publicação apresenta diagnóstico da Tecnologia da Informação e das Comunicações em órgãos públicos

Pesquisa do Sisp envolveu 188 instituições

publicado: 12/06/2015 01h00 última modificação: 27/07/2016 15h22

Para acompanhar a situação da governança e gestão de Tecnologia da Informação e das Comunicações (TIC), o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) lança hoje (12) a publicação Análise do Autodiagnóstico e Levantamentos Complementares do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (Sisp) – 2008 a 2014. A pesquisa foi realizada com 188 órgãos integrantes do sistema. O MP gerencia o sistema, que atualmente é composto por 217 entidades da Administração Pública Federal (APF).

O autodiagnóstico é realizado anualmente e as informações encaminhadas pelos órgãos auxiliam a identificação de bons exemplos e modelos a serem disseminados por toda a APF. A publicação é composta por 31 questões que contemplam eixos como governança, gestão orçamentária, contratações, segurança, gestão de projetos e padrões tecnológicos.

Um dos principais avanços detectados na pesquisa de 2014 está relacionada a uma das metas propostas na Estratégia Geral de Tecnologia da Informação e Comunicações (EGTIC). A recomendação era ter, ao menos, 100 órgãos com Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) publicado, vigente e em execução. O autodiagnóstico revelou que 137 órgãos já realizaram este trabalho. “Nosso objetivo agora é trabalhar junto com as entidades públicas na ampliação deste número e também avançar no monitoramento dos PDTI”, explicou o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do MP, Cristiano Heckert.

O primeiro trabalho da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) foi realizado em 2008 e contou com a participação de 76 instituições. O levantamento atual teve 188 instituições, o que representa um crescimento de 147%. Em 2013, a Portaria nº 7 tornou obrigatório o preenchimento do autodiagnóstico para os órgãos integrantes do Sisp.

Seminário

Segundo o secretário, o autodiagnóstico auxiliará também a elaboração da Estratégia de Governança Digital (EGD), que substituirá a EGTIC. “O foco de nosso trabalho este ano é posicionar a TIC como uma ferramenta de governança digital para ampliar o acesso à informação, prestar melhores serviços e promover a participação social”, complementou Heckert.

O debate para a elaboração da EGD iniciará durante o ‘Seminário Estratégia de Governança Digital – para muito além das TIC’, que será realizado em 16 de junho, no auditório do subsolo do MP (Esplanada dos Ministérios, bloco K). As inscrições gratuitas podem ser realizadas no Portal de Governo Eletrônico (gov.br).

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão