Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Processo Eletrônico Nacional (PEN) é apresentado a servidores públicos no Rio de Janeiro

Notícias

Processo Eletrônico Nacional (PEN) é apresentado a servidores públicos no Rio de Janeiro

Sistema que traz economia de tempo e papel está se expandindo e gera economia para o país

publicado: 23/10/2015 02h00 última modificação: 20/04/2016 11h08

O Processo Eletrônico Nacional (PEN) foi apresentado, na tarde desta sexta-feira (23), no Rio de Janeiro, no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/RJ). O secretário adjunto de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP), Fernando Siqueira, compartilhou com 168 servidores dos órgãos do SISP (Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Administração), no Rio de Janeiro, informações sobre o Processo Nacional Eletrônico (PEN).

proc_eletronico_nacional.jpeg

O projeto permite aos órgãos utilizarem o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) sistema que já gerou uma economia de R$ 2,2 milhões aos cofres públicos por permitir tramitar processos de forma eletrônica.

Aproximadamente 120 órgãos já estão envolvidos com o PEN. Deste número, 16 entidades já estão utilizando plenamente o sistema e outras 34 estão em processo de implantação.

“O encontro foi importante, pois demonstramos o esforço que a SLTI vem fazendo para expandir o apoio da secretaria para que os órgãos fora de Brasília que pertencem ao SISP entendam o grande projeto que é PEN”, explicou o secretário-adjunto. Ele informou, ainda, que a partir da próxima semana, uma grande quantidade de demandas será trabalhada para que novos acordos de adesão ao sistema sejam realizados.

Participaram servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), INPI - Instituto Nacional de Propriedade Industrial, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCTI) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Barramento

Até o final deste ano, a SLTI vai lançar o Barramento do SEI. A ferramenta vai permitir a tramitação eletrônica de processos entre diferentes órgãos. “Um documento que estiver no Ministério do Planejamento poderá ser tramitado para o IBGE, por exemplo, quando o IBGE também implantar o Sistema de Eletrônico de Informações”, disse Siqueira.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.