Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Portal do Software Público é premiado no Concurso de Inovação

Notícias

Portal do Software Público é premiado no Concurso de Inovação

publicado: 27/03/2012 10h24 última modificação: 20/04/2016 10h08

Brasília, 27/3/2012 – O Portal do Software Público Brasileiro (SPB) conquistou, na tarde desta terça-feira, 27, a segunda colocação no 16º Concurso Inovação na Gestão Pública. A premiação contou com a participação da Ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

Para o secretário de logística e tecnologia da informação, Delfino Natal de Souza, a premiação é o reconhecimento do papel que o portal gerenciado pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) desempenha na integração da administração pública no Brasil. “Estamos no caminho certo ao incentivar a modernização da gestão pública pela informatização dos processos”, comemora.

Em 2012, o SPB completa cinco anos de existência. Desde a sua criação, a proposta do portal é disponibilizar soluções públicas que não precisam de licenciamento para a sua utilização pela sociedade e administração pública. No último ano, o ambiente virtual teve um crescimento de 20% nas suas atividades. São mais de 130 mil usuários, 56 aplicativos livres, cerca de 500 prestadores de serviços e 18 países que atuam no sítio.

O diretor do departamento de sistemas de informação, Corinto Meffe, defende o portal como um instrumento que agiliza a modernização da gestão pública. “O ministério oferece uma ferramenta para trazer a inovação de uma maneira mais rápida para os órgãos públicos e sociedade”, enfatiza Meffe.

Com a segunda colocação, os técnicos responsáveis pelo portal farão uma visita técnica a um país da África ou América Latina. A definição será feita em conjunto com a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) A experiência doSPB já foi reconhecida em outras quatro premiações, sendo duas nacionais e duas internacionais. A última ocorreu no ano passado, quando o ambiente virtual ganhou o Prêmio e-GOV na categoria de e-Administração.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.