Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Planejamento apresenta gestão de TI do governo federal para OCDE

Notícias

Planejamento apresenta gestão de TI do governo federal para OCDE

Representantes da organização internacional conhecem trabalho do SISP

publicado: 27/11/2012 12h34 última modificação: 26/07/2016 15h34

Brasília, 27/11/2012 – Conhecer as ações do governo federal voltadas para a Tecnologia da Informação (TI). Este foi o objetivo da visita técnica de membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) ao Ministério do Planejamento (MP) na tarde desta terça-feira, 27, em Brasília. Durante a reunião, os representantes da organização tiveram a portunidade de saber como funciona o trabalho do Sistema de Administração de Recursos de Tecnologia da Informação (SISP).

O SISP é a estrutura de governança pública utilizada pelo governo federal para a organização do trabalho, controle, supervisão e coordenação da área de TI na administração direta, autárquica e fundacional. A Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) é a unidade central do sistema. Durante a reunião, a SLTI apresentou ações como a Infovia Brasília, o Portal do Software Público Brasileiro (SPB), o Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-GOV) e o Portal de Dados Abertos (dados.gov.br).

Para o secretário de logística e tecnologia da informação, Delfino Natal de Souza, debater as ações brasileiras de TI com a OCDE é importante porque a organização reúne as grandes potências e os países emergentes. “A pauta da governança da TI tem muita influência porque a informatização se tornou uma medida imprescindível para a condução das políticas públicas”, disse.

A OCDE é um órgão internacional e intergovernamental que reúne os países mais industrializados e também alguns emergentes como México, Chile e Turquia. Por meio da organização, os representantes se reúnem para trocar informações e alinhar políticas com o objetivo de potencializar seu crescimento econômico e colaborar com o desenvolvimento dos países membros.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão