Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Planejamento abre inscrições para prêmio de acessibilidade na internet

Notícias

Planejamento abre inscrições para prêmio de acessibilidade na internet

publicado: 01/12/2012 18h41 última modificação: 02/09/2016 16h28

Brasília, 01/12/11 – Estão abertas as inscrições para a primeira edição do Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web: Todos@Web. O objetivo é promover nacionalmente a acessibilidade na internet, de forma a conscientizar desenvolvedores e homenagear pessoas e empresas que realizam ações em prol do acesso de pessoas com deficiências na rede mundial de computadores. As inscrições podem ser realizadas até o dia 31 de março de 2012.

Para Delfino Natal de Souza, secretário de logística e tecnologia da informação do Ministério do Planejamento, o Todos@Web vai trazer visibilidade para o Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (e-MAG). “O prêmio vai permitir que a gente traga maior efetividade em relação a adoção do padrão”, explica.

Podem se inscrever no prêmio os cidadãos brasileiros, organizações públicas ou privadas, desde que seus projetos estejam acessíveis na internet. Para participar, é necessária a criação de um ambiente virtual contendo um breve resumo do trabalho inscrito. O Todos@Web está dividido em três categorias: pessoas, personalidades e instituições; projetos web; e tecnologias assistivas e aplicativos.

A premiação será em dinheiro para os três mais bem colocados de cada categoria. Os vencedores também receberão troféus, participação na solenidade e terão seus trabalhos publicados pelo W3C.br. Os primeiros colocados em cada categoria também participarão do evento internacional Web for All (W4A), durante a conferência WWW2013.

Todos@Web é uma parceria do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) com o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), W3C Brasil e Associação Brasileira das Agências Digitais promovem o primeiro Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web (Abradi).

Modelo brasileiro - O e-MAG é um conjunto de recomendações para padronizar a oferta de conteúdos nos portais do governo, com o intuito de melhorar o acesso de pessoas com deficiências visual, auditiva, locomotora, mental e a sociedade em geral.

A utilização do modelo, criado em 2005, foi institucionalizada no âmbito do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP) pela Portaria nº 3, de 7 de maio de 2007.

A portaria torna obrigatória a observância do modelo nos ambientes virtuais do governo brasileiro. Uma nova versão do e-MAG, a 3.0, foi lançada em setembro pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI).

Recentemente, pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) divulgou que o Brasil já possui 78 milhões de usuários na rede mundial de computadores. Para Souza, a pesquisa demonstra o quanto o Brasil precisa ter uma resposta também do ponto de vista da acessibilidade nos ambientes virtuais. “A acessibilidade deve ser compatível com o tamanho de nosso mercado”, explica o secretário.

Para estimular a utilização das recomendações do e-MAG 3.0, a secretaria oferece consultoria para todos os portais do governo federal. Os órgãos que tiverem interesse em analisar a acessibilidade de seus ambientes virtuais devem entrar em contato com a Central de Serviços e Suportes do SISP por meio do seguinte sítio: c3s.sisp.gov.br