Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Planejamento abre consulta sobre Roteiro de Métricas de Software do SISP

Notícias

Planejamento abre consulta sobre Roteiro de Métricas de Software do SISP

publicado: 15/02/2012 17h48 última modificação: 08/09/2016 10h40

Brasília, 15/2/2012 – O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) abre, nesta quarta-feira (15), consulta pública sobre a versão 2.0 do Roteiro de Métricas de Software do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP). O objetivo é auxiliar os órgãos integrantes do SISP na contratação de serviços de desenvolvimento e manutenção de soluções de Tecnologia da Informação (TI).

O SISP é a estrutura usada pelo governo federal para a organização do trabalho, controle, supervisão e coordenação da área de TI na administração direta, autárquica e fundacional. O sistema é integrado por 218 órgãos, sendo a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do MPOG a unidade central dele. A atuação do SISP acontece em vários eixos temáticos, com destaque para governança, padronização tecnológica, software público, contratações, serviços de rede, segurança da informação, Padrões de Interoperabilidade do Governo Eletrônico (e-Ping) e governo eletrônico.

Para o secretário de logística e tecnologia da informação, Delfino Natal de Souza, a utilização do roteiro demostra um esforço da administração pública federal em qualificar os seus gastos. “Esperamos contar com a participação da comunidade SISP, de empresas de TI e dos órgãos federais na construção de um modelo que possa trazer economicidade para os gestores”, complementa.

O Roteiro de Métricas de Software do SISP aborda questões técnicas de forma complementar ao Manual de Práticas de Contagem (CPM), elaborado pelo Grupo Internacional de Usuários do Ponto de Função (International Function Point Users Group – IFPUG), para o dimensionamento de projetos usando a métrica Ponto de Função (PF) em contratações de serviços de desenvolvimento e manutenção de software.

A Portaria SLTI/MPOG nº 31, de 29 novembro de 2010, recomenda o uso da métrica PF para os órgãos integrantes do SISP, bem como a adoção do roteiro. Entre as vantagens ao se utilizar essa métrica estão: regras de contagem objetivas, independência da solução tecnológica utilizada e facilidade de estimativa nas fases iniciais do ciclo de vida das soluções.

A nova versão do roteiro foi elaborada com base em propostas enviadas pelos órgãos e em outras publicações que já utilizavam a métrica PF em contratos de software. Além disso, o novo roteiro conta com sugestões obtidas do Grupo de Trabalho de Métricas do SISP e das discussões com especialistas no tema. Todavia, a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) deseja receber mais contribuições para o roteiro. A participação popular na consulta pode ser feita até 18 de março.

Acesse o documento final no histórico de consultas públicas.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão