Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Órgãos públicos apresentam experiências de governo eletrônico

Notícias

Órgãos públicos apresentam experiências de governo eletrônico

publicado: 13/08/2012 17h00 última modificação: 20/04/2016 10h17

Com o objetivo de trocar experiências sobre o desenvolvimento de sistemas para modernização de processos na administração pública federal, cerca de 100 servidores dos órgãos integrantes do Sistema de Administração de Recursos de Tecnologia da Informação (SISP) participaram de oficina técnica de governança de TI e governo eletrônico.

O evento aconteceu na manhã de sexta-feira, 10, no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Durante a abertura da oficina, o diretor do departamento de sistemas da informação da secretaria de logística e tecnologia da informação, Corinto Meffe, explicou que a demanda em torno do tema é crescente e a intenção da oficina é promover o fortalecimento de métodos e procedimentos para o desenvolvimento de softwares para a administração pública.

“Existe uma demanda cada vez maior para a definição de metodologia detalhada sobre como montar os processos de software. O desafio está em adquirir, desenvolver, criar, compartilhar de forma colaborativa com o desenvolvimento dos nossos sistemas”, explicou Corinto.

Experiências - Para promover o controle de documentação e interligar cerca de 312 unidades de conservação ambiental, 15 centros de pesquisas, 11 coordenações regionais e 9 unidades avançadas de administração e finanças pelo país, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) desenvolveu um sistema de gestão documental,

A solução atende à legislação vigente e possibilita, por exemplo, que um processo aberto em Brasília seja visualizado, ao mesmo tempo, por servidores em outras unidades da Federação.

De acordo com a gestora do sistema de gestão documental do ICMBio, Aline Borges, o projeto envolveu não só o desenvolvimento de um sistema, mas também a capacitação para a gestão de documentos. “Não adiantava ter o melhor sistema sem que nossos usuários soubessem como, por que e pra quê utilizar.

Outra vantagem apontada no sistema é a geração de documentos eletrônicos. “O objetivo final desse procedimento é não gerar mais documento em papel. Todo o processo é gerado dentro do sistema”, finalizou Aline.

Também apresentaram projetos representantes do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do MPOG, por meio da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação, órgão central do SISP.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orcamento e Gestão