Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Novos sinais são incluídos na Suíte VLibras para celebrar Dia Internacional dos Surdos

Notícias

Novos sinais são incluídos na Suíte VLibras para celebrar Dia Internacional dos Surdos

Ferramenta é uma parceria do Planejamento com a Câmara dos Deputados e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

publicado: 30/09/2016 16h27 última modificação: 30/09/2016 16h27

Para celebrar o Dia Internacional dos Surdos, comemorado nesta sexta-feira (30), o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) adicionaram ao Dicionário da Suíte VLibras mais de 1.500 novos sinais. A medida beneficiará cerca de 9,5 milhões de brasileiros que possuem algum nível de deficiência auditiva.

“Não podemos falar em governo digital sem pensar em estratégias para incluir pessoas com deficiência”, explica Marcelo Pagotti, secretário de Tecnologia da Informação do MP. De acordo com Pagotti, o novo dicionário do conjunto de softwares inclui sinais do Legislativo, uma parceria com a Câmara dos Deputados, chegando agora a mais de 12.500 termos. “Estamos preparando ainda outras novidades, como uma nova versão para a Suíte VLibras com suporte a regionalismos e navegação por leitor de tela”, disse o secretário.

Lançada em maio deste ano, a Suíte Vlibras é um conjunto de softwares públicos, desenvolvidos totalmente em código aberto. As soluções contribuem para reduzir as barreiras de comunicação e promovem o acesso de pessoas surdas a conteúdos digitais em computadores e dispositivos móveis.

Entre as ferramentas disponíveis para os surdos estão o VLibras-Desktop, VLibras-Plugin (navegadores Firefox, Safári e Chrome), VLibras-Móvel (Android e IOS), VLibras-Vídeo e a Wikilibras, local onde é possível desenvolver novos sinais ou corrigir outros já inseridos no dicionário dos softwares. Todas as soluções traduzem o português para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Setembro Azul

O dia 30 de Setembro está inserido no contexto do “Setembro Azul”. É um marco histórico dos movimentos e conquistas da comunidade surda, com destaque para as lutas pelos direitos linguísticos e culturais por todo o mundo. “Libras é a segunda língua mais falada do Brasil e o governo federal vai continuar trabalhando para disponibilizar ferramentas que simplifiquem o acesso às informações e serviços em ambientes digitais”, explica Pagotti.

Fonte: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.