Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Novo Portal do Software Público Brasileiro será lançado este mês

Notícias

Novo Portal do Software Público Brasileiro será lançado este mês

Versão beta do sítio será apresentada no Seminário de Apoio Tecnológico aos Municípios

publicado: 02/12/2014 03h00 última modificação: 24/06/2016 08h59

A partir do dia 9 de dezembro, terça-feira da próxima semana, os aficionados por Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC) poderão contar com um novo instrumento, a versão beta do novo Portal do Software Público Brasileiro (SPB).

Desenvolvida com a participação da sociedade, pesquisadores de instituições públicas e privadas e do governo federal, a nova versão será apresentada no auditório do anexo I da Presidência da República, em Brasília, durante o Seminário de Apoio Tecnológico aos Municípios. A novidade é que ela ainda ganhará ajustes e melhorias a partir da interação com o público ao longo dos próximos dois anos.

Criada há sete anos, a política brasileira de desenvolvimento de softwares públicos no Brasil foi reconhecida como uma das melhores práticas existentes no mundo para adoção de software livre no setor público. Atualmente, mais de 170 mil pessoas estão cadastradas no portal e mais de 60 soluções disponibilizadas. 

“Os impactos do SPB já aparecem em diferentes contextos, desde a informatização de pequenas prefeituras até a introdução de novos processos de governo eletrônico (eGOV) na esfera federal”, afirmou Loreni Foresti, secretária de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento. 

Por enquanto, somente quatro comunidades de softwares estarão disponíveis no portal. São elas: Cacic, e-Cidade , e-SIC livre e Gsan. O cronograma e as regras para a migração das demais comunidades serão divulgados em breve. O processo precisará atender a critérios definidos pela coordenação do Portal SPB. Enquanto isso não acontece, os dois portais permanecerão disponíveis para a sociedade.

“Com a renovação do Portal do Software público, esperamos desenvolver um ambiente colaborativo que reduza custos e torne a administração pública mais eficiente” analisa o subchefe de assuntos federativos da Presidência da República, Gilmar Dominici.

Gestores públicos de todo o País poderão conhecer e tirar dúvidas sobre o novo software durante o seminário Apoio Tecnológico aos Municípios, realizado em parceria com outros ministérios, órgãos federais e entidades nacionais de representação dos municípios. 

A participação poderá ser presencial ou pela internet. Pela internet é necessário se cadastrar no site www.participa.br ou baixar o aplicativo ParticipaBR para smartphone IOS ou Android, e em seguida entrar  na comunidade Municipiotec. Também será possível interagir pelas redes sociais usando a hashtag #municipiotec.

Evolução

A nova versão do SPB traz novas funcionalidades para atender às expectativas dos usuários. São exemplos: busca de softwares públicos no catálogo e também categorizada; página estruturada de cada solução; ambiente inovador de gerenciamento de comunidades; listas de discussão; e ferramenta para o desenvolvimento colaborativo.

Ao longo dos próximos dois anos, a versão beta do SPB ainda passará por reformulações. “Precisamos de um modelo que contemple mais ainda a participação social e colaborativa de governos, empresas e indivíduos e que também tenha como objetivo a sustentabilidade de aplicações desenvolvidas a partir da disponibilização de dados abertos”, complementa Foresti.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.