Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Nova estratégia de Tecnologia da Informação é debatida por órgãos públicos

Notícias

Nova estratégia de Tecnologia da Informação é debatida por órgãos públicos

publicado: 28/08/2012 16h06 última modificação: 20/04/2016 10h43

Brasília, 28/8/12 – Cerca de 100 gestores e dirigentes da administração pública federal debatem na tarde desta terça-feira, 28, no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), a nova Estratégia Geral de Tecnologia da Informação (EGTI). A EGTI orientará a governança de TI dos órgãos públicos integrantes do Sistema de Administração de Recursos de Tecnologia da Informação (SISP) entre os anos de 2013 e 2015.

Na abertura do evento, o secretário-executivo adjunto do MPOG, Valter Correia da Silva, destacou o processo colaborativo de construção da nova EGTI. “A intenção ao adotar o modelo participativo é de aumentar a aderência à realidade dos órgãos e fortalecer o comprometimento institucional para que os indicadores e metas sejam perseguidos pelo sistema com maior envolvimento”, explica.

A EGTI 2013-2015 será composta de dez objetivos estratégicos. Entre eles estão temas como gestão de pessoas, orçamento de TI, gestão e governança de TI, padrões tecnológicos, processos internos e segurança da informação. “O sucesso do cumprimento das metas da nova estratégia dependerá da participação colaborativa e do comprometimento de todos os órgãos integrantes do sistema”, reforça o secretário-adjunto.

O SISP é a estrutura de governança pública utilizada pelo governo federal para a organização do trabalho, controle, supervisão e coordenação da área de TI na administração direta, autárquica e fundacional. O SISP é integrado por 218 órgãos , sendo a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) a unidade central do sistema.

O diretor do departamento de sistemas da informação, Corinto Meffe, explica que a estratégia de TI está completamente alinhada a Lei de Acesso à Informação (LAI - lei nº 12.527, de novembro de 2011). A LAI dispõe sobre os procedimentos a serem observados pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios para garantir o acesso da população brasileira a informações governamentais. “Nós queremos acompanhar os órgãos a implementarem cada vez mais a LAI”, disse Meffe.

Para ampliar o debate sobre a nova estratégia, a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI), órgão central do sistema, abre consulta aberta sobre o documento até 14 de setembro. O objetivo é que toda comunidade participe desta construção e contribua com a EGTI. Participe da elaboração pelo portal do SISP.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.