Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministério assina acordo para melhorar sustentabilidade nas contratações públicas

Notícias

Ministério assina acordo para melhorar sustentabilidade nas contratações públicas

publicado: 08/12/2011 18h31 última modificação: 20/04/2016 09h57

Brasília, 8/12/2011 – O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) assinou, nesta semana, acordo de cooperação com o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Distrito Federal (CREA-DF).

O objetivo é ampliar a divulgação da Política Pública de Contratações Públicas Sustentáveis, com o apoio técnico para a  atualização do Manual de Obras Públicas - Edificações Práticas.

Para Delfino Natal de Souza, secretário de logística e tecnologia da informação, é importante conscientizar os órgãos públicos em relação às compras públicas sustentáveis. “Dada a importância da questão da sustentabilidade, devemos utilizar o poder de compra do estado como indutor desta política pública”, afirma. 

Investir em contratações sustentáveis é uma iniciativa do governo federal para valorizar a compra de produtos que consideram critérios ambientais, econômicos e sociais em todas as etapas de sua fabricação. 

Desta maneira, a administração pública federal transforma suas aquisições em instrumentos de proteção da natureza. Os produtos dessa linha são aqueles de fácil reciclagem, vida útil mais longa, geram menos resíduos e menor consumo de matéria-prima e energia.

De acordo com o secretário, por ser uma instituição ligada às construções e manutenção de prédios ou instalações, o CREA irá auxiliar a secretaria na atualização do Manual de Obras públicas, com enfoque na questão sustentabilidade. 

Comprasnet

O secretário relata que o Portal de Compras do Governo Federal (Comprasnet) se tornou referência para estados e municípios. De acordo com Souza, os entes da federação utilizam o ambiente virtual e por isso, o governo federal deve dar exemplo como consumidor e  fortalecer o mercado de bens e serviços ambientais. 

“Existe uma integração muito boa com estados e municípios, muitos inclusive aderem ao portal de compras ou fazem  uso dele para melhorar seus processos”, explica o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento.