Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IV Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil reúne especialistas, acadêmicos e estudantes de Tecnologia da Informação

Notícias

IV Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil reúne especialistas, acadêmicos e estudantes de Tecnologia da Informação

Com programação abrangente, evento é gratuito e discutirá detalhes operacionais da Internet no Brasil

publicado: 18/11/2014 03h00 última modificação: 24/06/2016 08h59

A construção de cabos submarinos, os preparativos do PTT.br para as Olimpíadas 2016, os desafios e perspectivas para a implementação do IPv6, segurança na era da Internet das Coisas e efeitos do Marco Civil na gestão e projeto de redes IP. Esses, entre dezenas de outros temas contemporâneos sobre a Internet no Brasil, fazem parte da programação da IV Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil (http://nic.br/semanainfrabr/), um evento gratuito, organizado pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), entidade que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

Serão cinco dias – de 24 a 28 de novembro – dedicados ao debate e troca de boas práticas entre especialistas, acadêmicos e estudantes, no hotel Blue Tree Premium Morumbi, em São Paulo. Para abrigar a variedade de discussões, a IV Semana de Infraestrutura está dividida em três grandes eventos: o PTT Fórum 8 - Encontro dos Sistemas Autônomos da Internet no Brasil, o V Fórum Brasileiro de Implementadores de IPv6 e a Reunião Conjunta -  GTER38 (Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes) e  GTS24 (Grupo de Trabalho em Segurança de Redes)

PTT Fórum 8
Responsável pela abertura das discussões sobre infraestrutura da Internet, o PTT Fórum 8 (http://ptt.br/pttforum/8/), que acontece nos dias 24 e 25 de novembro (segunda e terça-feira), terá início com uma comemoração especial: o PTT.br completa 10 anos em 2014. Um serviço do NIC.br apoiado pelo CGI.br que promove e cria a infraestrutura necessária para a interconexão direta entre as redes Internet, o PTT.br chega a sua primeira década entre os maiores pontos de troca de tráfego do mundo – é o quinto maior em número de participantes e está entre os dez em termos de tráfego trocado.

Ao longo da última década, o PTT.br alcançou uma média de crescimento de 80% ao ano. No entanto, no período de julho de 2013 a julho de 2014, o pico de tráfego trocado diariamente triplicou – subiu de 200 Gbps para 600 Gbps. “Isso representa uma parcela significativa do tráfego da Internet no Brasil e certamente tem contribuído para aprimorar o seu desempenho. Mas ainda temos muito a crescer", destaca Milton Kaoru Kashiwakura, Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br. Hoje, são 26 Pontos de Troca de Tráfego no Brasil. Saiba mais no endereço: http://ptt.br.

Além do Beer & Gear & Peer, que contará com a celebração dos 10 anos do PTT.br, e que traz a possibilidade de relacionamento com grandes empresas e associações do setor, como a TDec Network Group, Extreme Networks e Abranet – Associação Brasileira de Internet, o evento terá painéis sobre cabos submarinos, sobre o balanço da Copa do Mundo 2014 e os preparativos de grandes empresas e também do Ponto de Troca de Tráfego localizado no Rio de Janeiro (RJ) para os Jogos Olímpicos de 2016.

O PTT Fórum 8 também será marcado pelo lançamento do mapa de qualidade da conexão da Internet no Brasil que, em breve, estará disponível na página do Simet (http://simet.nic.br/). Com base nos testes realizados e disponibilizados por usuários do Simet das redes 3G, 4G, Wi-Fi e conexão cabeada de todo o Brasil, será possível verificar o desempenho da Internet na localização exata de onde a consulta está sendo feita. Além de prestar serviço para os cidadãos, o mapa terá dados individualizados para cada Sistema Autônomo, que poderá checar a qualidade da sua rede e comparar com o resultado global.

A programação completa do PTT Fórum 8 está disponível em: http://ptt.br/pttforum/8/agenda.

V Fórum Brasileiro de IPv6
A quinta edição do Fórum Brasileiro de IPv6 acontece no dia 26 de novembro (quarta-feira) com a proposta de apresentar o andamento das ações de implantação do novo protocolo no Brasil e no mundo. O estoque central de endereços IPv4 na América Latina e Caribe esgotou-se no dia 10 de junho deste ano e entrou na fase de "terminação gradual". “Várias iniciativas estão conspirando para que o ano de 2015 seja marcado por avanços significativos na implantação do IPv6”, considera Antonio M. Moreiras, Gerente de Projetos e Desenvolvimento do NIC.br.

Entre as novidades discutidas no evento estão a definição de cronogramas para a oferta de IPv6 pelas grandes operadoras de telecomunicações e para sua implantação na rede do Governo Federal. “Veremos, em 2015, o tráfego do novo protocolo crescer nas redes no Brasil e quem ainda não está preparado deve se preparar. O fórum é o local ideal para entender melhor isso”, complementa Moreiras.

O evento deve reunir representantes de Sistemas Autônomos (Autonomous System ou AS), de provedores Internet, profissionais de TI e redes em geral, bem como professores e estudantes da área. O painel “Novidades e próximos passos para o IPv6 no Brasil” contará com a participação do Ministério do Planejamento, da Febraban, Anatel e Abranet, enquanto o debate “Internet das Coisas e IPv6” terá um representante do Ministério das Comunicações para explicar a portaria 1420, que incentiva as comunicações Machine-to-Machine (M2M).

Entre as apresentações individuais, o destaque será “Implantação de IPv6. Caso de sucesso do parque tecnológico de Itaipu”, do analista de suporte da Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), João Paulo de Lima Barbosa. Com mais de cinco mil usuários, o PTI possui mais de 80% da rede com IPv6, segundo as medições do ranking internacional World IPv6 Launch. Veja a programação completa do Fórum: http://ipv6.br/forum/.

GTER e GTS
Os últimos dois dias da IV Semana de Infraestrutura serão dedicados à 38ª Reunião do GTER (Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes), no dia 27 (quinta-feira), e à 24ª Reunião do GTS (Grupo de Trabalho em Segurança de Redes), no dia 28 (sexta-feira). O GTER e o GTS são grupos de trabalho criados pelo CGI.br que se reúnem presencialmente duas vezes por ano, desde 1994, para discutir e compartilhar informações sobre aplicações e experiências que envolvem o setor de tecnologia de engenharia e segurança de redes no Brasil.

Os destaques para o GTER são os painéis sobre os efeitos do Marco Civil da Internet na gestão e projeto de redes IP e arquiteturas de "Network as a Service". Para o GTS, as apresentações destacadas são "IoT, a Inovação e a Segurança", "NSA Playset: Transformando Espionagem em Pesquisa" e "Estratégias usando Big Data para análise de ataques".  A programação na íntegra está em http://gtergts.nic.br.

Os interessados em participar de todos os eventos ou individualmente de algum deles, devem fazer a inscrição gratuita no site: http://nic.br/semanainfrabr/

E você, jornalista, estáhttp://www.nic.br/imprensa/releases/2014/rl-2014-40.htm convidado para a cobertura da IV Semana de Infraestrutura. Confirme sua presença até o dia 19/11 com Carolina Carvalho no telefone (11) 3027-0226 ou pelo e-mail: carolina.carvalho@s2publicom.com.br.

Serviço

IV Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil
Datas: 24 a 28 de novembro
Local do evento: Blue Tree Premium Morumbi
Endereço: Av. Roque Petroni Junior, 1.000 - Brooklin Novo. São Paulo, SP.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br
O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (http://www.nic.br/) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. São atividades permanentes do NIC.br coordenar o registro de nomes de domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil — CERT.br (http://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — CEPTRO.br (http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação — CETIC.br (http://www.cetic.br/) e abrigar o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br
O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.

Fonte: http://www.nic.br.