Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Inscrições para workshop sobre software público terminam hoje

Notícias

Inscrições para workshop sobre software público terminam hoje

Evento será realizado pela Univasf em Petrolina (PE)

publicado: 11/12/2014 03h00 última modificação: 24/06/2016 09h00

Os interessados em participar do 3º Workshop do Software Público Brasileiro têm até o final do dia para se inscrever no evento. O seminário, que será realizado em Petrolina (PE), tem o objetivo de marcar o encerramento das atividades do programa de extensão para Formação de Agentes para Sustentabilidade do Software Público Brasileiro (PRO-SPB), da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O programa é baseado num acordo de cooperação da universidade com o Ministério do Planejamento (MP), que gerou o Academia SPB.

“Nossa parceria com a Univasf fez com que estudantes dos cursos de engenharia criassem três empresas voltadas ao desenvolvimento de softwares livres”, afirma Luis Felipe Coimbra Costa, diretor do Departamento de Governança e Sistemas de Informação do MP. De acordo com Costa, os alunos participantes e os dois coordenadores do programa irão apresentar no workshop as soluções desenvolvidas. “O conhecimento disponibilizado a partir do Portal do Software Público Brasileiro (SPB) está gerando desenvolvimento e renda local”, complementa o diretor.

Além de apresentar o balanço das atividades desenvolvidas dentro do programa de extensão, o evento contará com a participação dos seguintes desenvolvedores de software livre do Uruguai: Alvaro Miguel Martinez e Carlos Sebastian Silveira. Eles vão palestrar sobre a iniciativa uruguaia de software público para agendamento de atendimentos a partir de diversas plataformas.

Para se inscrever no evento é preciso preencher o formulário disponibilizado pela Univasf. O Workshop será realizado no auditório da Biblioteca do Campus Sede, em Petrolina, das 14h às 17h30.

Novo portal

O novo SPB foi lançado esta semana pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI). A versão beta do sítio foi desenvolvida com a participação da sociedade, pesquisadores de instituições públicas e privadas e do governo federal. A SLTI recebeu mais de duzentas contribuições para realizar a evolução do sítio.

Cinco comunidades já estão disponíveis nessa primeira versão. São elas: São elas: Cacic, e-Cidade, Gsan, e-SIC Livre e Urbem. As demais serão migradas gradativamente ao longo do próximo ano. Enquanto isso não acontece, os dois portais permanecerão disponíveis para a sociedade.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.