Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Inicia o “Estrada para o Futuro”

Notícias

Inicia o “Estrada para o Futuro”

Projeto inédito no RS teve abertura oficial na manhã de hoje.

publicado: 14/09/2011 11h28 última modificação: 20/04/2016 09h51

“Um fazer que se torna realidade”. Assim citou o presidente da Associação dos Municípios do Alto Jacuí (AMAJA) e prefeito de Lagoa dos Três Cantos (RS) Ernor Weber, sobre a abertura oficial do “Estrada para o Futuro”, projeto inédito de modernização pública promovido pela AMAJA, em parceria com o Ministério do Planejamento, do governo federal, que vai conter uma série de palestras e oficinas com o objetivo de levar a conhecimento público alternativas para o desenvolvimento tecnológico dos municípios da região através da utilização de software livre (sistemas informatizados gratuitos) e de banda larga (redes de internet de alta velocidade), que aconteceu hoje pela manhã (14).

Foto do Evento "Estrada para o futuro"

Estiveram presentes na abertura representantes dos Ministérios do Planejamento, Desenvolvimento Agrário, Educação e Comunicações, além de diversas entidades e organizações que, direta ou indiretamente, contribuíram para que o Projeto saísse do papel. O 1° vice-presidente da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS) Vilson Roberto dos Santos, caracterizou o projeto como “ousado e importante”, além de representar o sentimento de união dos municípios da região da AMAJA. O diretor de Governo Eletrônico da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento João Batista Ferri de Oliveira, ressaltou a importância do Projeto como bem que vai ficar para a sociedade.

Marco histórico, o “Estrada para o Futuro” é resultado da primeira união dos governos federal e estadual para trazer tecnologias da informação para mais perto da população com o intuito de promover o desenvolvimento não só da região, mas de todo o Rio Grande do Sul.

O evento vai até sexta-feira, dia 16, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Campus Ibirubá (IFRS), e conta com 80 palestras e oficinas para mais de 700 inscritos, entre alunos, professores e público geral.

Fonte: Site Futurizando.com.br