Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Hospedagem de aplicativos do programa será feita por computação em nuvem

Notícias

Hospedagem de aplicativos do programa será feita por computação em nuvem

Todos os 80 municípios do projeto-piloto serão atendidos pela tecnologia

publicado: 04/09/2014 01h00 última modificação: 24/06/2016 09h00

Brasília, 4/9/2014 - Um contrato assinado entre o Ministério das Comunicações e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), publicado no Diário Oficial dessa quarta-feira (3), estabelece que os aplicativos de gestão municipal do programa Cidades Digitais ficarão armazenados na nuvem do Serpro.

Orçado em R$ 14 milhões, esse contrato garante que as 80 prefeituras que integram o projeto-piloto possam armazenar, sem ônus, além do seu portal, outros cinco aplicativos desenvolvidos para melhorar a administração municipal, nas áreas de gestão escolar, gestão financeira e tributária, saúde, marcação de consultas e informação ao cidadão.

A coordenadora-geral de Infraestrutura da Inclusão Digital, Eloá Mateus, explica que a parceria com o Serpro é importante pois garante a hospedagem segura dos dados, sem custo para os municípios, além de suporte técnico. "A prefeitura não precisa, por exemplo, ter uma equipe de TI, se preocupar em fazer o backup dos dados, ter espaço de disco", detalha.

O programa

Criado em 2012, o programa consiste na construção de uma rede de fibras ópticas para conectar órgãos públicos dos municípios, na capacitação de servidores públicos e disponibilização de aplicativos para modernizar a gestão e o acesso a serviços públicos.

Das 80 cidades incluídas do projeto-piloto, 17 já foram inauguradas e as demais estão na fase final de implantação da rede. Em 2013, outras 262 cidades foram escolhidas para receber a iniciativa.

Fonte: Ministério das Comunicações.