Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Governo lança portal com acessibilidade para pessoas com deficiência

Notícias

Governo lança portal com acessibilidade para pessoas com deficiência

publicado: 15/09/2011 11h26 última modificação: 20/04/2016 09h51

Com o objetivo de melhorar a vida das pessoas com deficiência e facilitar o acesso às informações sobre as políticas públicas para o segmento, será lançado no dia 21 de setembro o Portal da Pessoa com Deficiência, elaborado pela Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD), da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR).

A página eletrônica será uma referência para os órgãos governamentais por dispor de conteúdos acessíveis, tais como descrição de imagens, PDF texto e marcações semânticas, indicando a linguagem do documento, os cabeçalhos, as listas, as tabelas, etc. Com isso, pessoas com deficiência visual ou baixa visão terão acesso às informações por meio de programas leitores de tela, os quais permitem ouvir o que está sendo mostrado.

No mesmo dia, será lançada também a terceira versão do Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG 3.0. De acordo com o diretor da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI), do Ministério do Planejamento, João Batista Ferri, a aplicação do modelo permitirá a equiparação de oportunidades aos dados e serviços governamentais na internet. O programa contém orientações sobre como criar e desenvolver sites, portais e serviços com acessibilidade.

A coordenadora-geral de Prestação de Serviço por Meio Eletrônico da SLTI, Fernanda Lobato, ressalta que o novo e-MAG fará com que mais pessoas tenham acesso às páginas de órgãos públicos, inclusive as pessoas com deficiência. Ela explicou que a versão atual, lançada há cinco anos, está tecnologicamente desatualizada.

Entre os destaques da nova versão do e-MAG está a padronização dos atalhos do teclado do computador. Não importa em que página o internauta navegue, os atalhos de teclado que ele costuma usar vão servir para todas as outras páginas eletrônicas de órgãos públicos. Serão ainda padronizados atalhos de busca, navegação e conteúdo, dentre outros, para atender às necessidades dos deficientes visuais, auditivos e motores.     

Fernanda Lobato disse que, atualmente, apenas 5% das páginas de órgãos públicos federais na internet são acessíveis. A nova tecnologia vai ampliar esse percentual. No caso dos órgãos públicos estaduais, de acordo com dados do Censo da Web de 2010, do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIBr), o acesso pleno só é possível em apenas 2% dos portais públicos. “Se até agora muitas pessoas com deficiência precisavam sair de casa para resolver pendências em órgãos públicos, com o novo programa será possível resolvê-los usando apenas um computador com acesso à internet”, explica Fernanda.

Tanto o Portal Pessoa com Deficiência, da SNPD/SDH/PR, quanto o e-MAG, do Ministério do Planejamento, serão lançados no evento “Acessibilidade Digital – um direito de todos”, na Escola de Administração Fazendária (ESAF). O evento é aberto ao público e está com as inscrições abertas.

No período da tarde, haverá oficinas com temas voltados à acessibilidade na web, sistema DosVox, avaliação de sites acessíveis, dentre outras. Confira toda programação e faça sua inscrição aqui.

Fonte: Site da Secretaria de Direitos Humanos - Assessoria de Comunicação Social com Agência Brasil