Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Governo lança plataforma de dados georeferenciais

Notícias

Governo lança plataforma de dados georeferenciais

publicado: 04/06/2012 12h51 última modificação: 20/04/2016 10h16

Brasília, 4/6/2012 - Foi aberto nesta segunda-feira (4) o Fórum Intergovernamental de Gestores de Geoinformação, cujo objetivo é promover a articulação entre instituições de governo federal que utilizam dados e informações a partir de georeferenciamento. Durante o evento o governo apresentou a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (Inde), uma plataforma que tem como objetivo reunir, catalogar, integrar, harmonizar e disseminar dados e informações geoespaciais existentes nas instituições do governo brasileiro.

O acesso aos dados é público e pode ser feito a partir do site: www.inde.gov.br. A partir da Inde, qualquer pessoa poderá realizar buscas e cruzar dados sobre as políticas públicas desenvolvidas no Brasil. O conteúdo é colaborativo e os órgãos públicos estão sendo chamados a abastecer a ferramenta com seus dados. Deste modo, o governo está ampliando sua ação de transparência ativa, conforme sugere a Lei de Acesso à Informação (LAI).

Foto da apresentação da proposta de dados georeferenciados de 2012.
foto: Ilkens Souza

A Inde tem gestão compartilhada entre a Comissão Nacional de Cartografia (Concar) – que reúne 115 representantes de órgãos públicos ligados à produção de dados geoespaciais –, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pela Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos (SPI) do Ministério do Planejamento.

Segundo a secretária-executiva do Ministério do Planejamento, Eva Chiavon, o Inde está sendo lançado para que o governo aprimore o planejamento e o monitoramento de ações. “A intenção é tornarmos mais efetivas as tomadas de decisões das políticas territoriais. Com esta ferramenta, vamos avançar na elaboração do Orçamento Federal. Com informações mais precisas, mais concretas, é possível tomar decisões mais consistentes, com mais qualidade”.

O leque de Geo Serviços oferecidos no site da Inde conta com um visualizador de mapas e um catálogo de metadados, onde é possível buscar informações e gerar mapas e análises a partir de dados disponibilizados pelos órgãos públicos. A disponibilização, o compartilhamento e o acesso a dados e informações geoespaciais serão viabilizados, na Inde, por meio do Diretório Brasileiro de Dados Geoespaciais – uma rede de servidores integrados à Internet –, que reunirá produtores, gestores e usuários.

A secretária de Planejamento e Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento, Esther Bemerguy, diz que a Inde é mais um instrumento para o governo planejar suas ações com base territorial. “É de grande importância visualizar as informações no território e conferir a construção de nexo entre as ações, para potencializar o planejamento. A divisão georeferencial possibilita acompanhar dados sócio-econômicos, de bioma e de vetores logísticos, por exemplo. Com isso se pretende ampliar as estratégias regionais de desenvolvimento do Brasil”.

Para a presidente do IBGE, Wasmália Bivar, a combinação entre dados do IBGE com dados do governo federal é a receita para o sucesso da Inde. “Além do Senso 2010, busca-se a gestão de cartografia e integração das bases de dados do governo federal. Esta experiência não é apenas ilustrativa: ela vai multiplicar o potencial de análise de dados e ampliar o conhecimento territorial e setorial”, afirmou.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.