Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Governo federal economiza 38% em compra conjunta de equipamentos de videoconferência

Notícias

Governo federal economiza 38% em compra conjunta de equipamentos de videoconferência

Em valores, economia alcançada foi de R$ 2 milhões

publicado: 23/11/2015 03h00 última modificação: 20/07/2016 17h24

O governo federal teve uma economia de 38% ao realizar a compra compartilhada de equipamentos de videoconferência para quatro órgãos públicos. A redução foi calculada a partir do valor estimado de R$ 5,2 milhões para a aquisição de 114 unidades destes dispositivos. A compra foi efetivada no valor de R$ 3,2 milhões, com economia de R$ 2 milhões.

Foram atendidos por esta licitação os ministérios do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) e Comunicações (MiniCom), além da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

Para o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do MP, Cristiano Heckert, as compras compartilhadas são eficientes porque geram também economia processual. “Esta diminuição do gasto demonstra o quanto a administração pública ganha ao trabalhar de forma conjunta e articulada. Este modelo deve ser seguido por todos os órgãos”, complementou.

Entre os benefícios da aquisição está a realização de treinamentos e reuniões remotas, reduzindo os gastos com o pagamento de diárias e passagens. Os novos equipamentos de videoconferência permitem, ainda, a realização de chamadas de forma segura.

O trabalho para a aquisição dos equipamentos foi uma parceria da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) com a Central de Compras do Governo Federal. O extrato da ata de registro de preço do pregão eletrônico nº 3/2015, que era composto por três lotes, está disponível no Diário Oficial da União (DOU). O primeiro grupo de itens da licitação fracassou e o terceiro foi anulado.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.