Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Fomenta Nacional reúne micro e pequenos empresários em Belo Horizonte (MG)

Notícias

Fomenta Nacional reúne micro e pequenos empresários em Belo Horizonte (MG)

Evento tem o objetivo de ampliar a participação do setor nas compras públicas

publicado: 20/11/2012 13h19 última modificação: 26/07/2016 15h35

Brasília, 20/11/12 – Para ampliar a participação das Micro e Pequenas Empresas (MPEs) nas contratações públicas, o Ministério do Planejamento (MP) realiza a quinta edição do Encontro de Oportunidades para Micro e Pequenas Empresas nas Compras Governamentais (Fomenta Nacional). O evento, uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Nacional), será realizado em Belo Horizonte (MG) entre os dias 20 e 21 de novembro.

Durante o evento, a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) apresentará dois painéis: “Visão e Iniciativas do Governo Federal para as Compras Governamentais” e “Políticas Públicas de Sustentabilidade para as Compras Governamentais na América Latina”. Ações como o Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-MAG), o Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf), o Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv), o uso de software público e dados abertos também serão divulgadas na sala temática que a secretaria terá no encontro.

Para o secretário de logística e tecnologia da informação, Delfino Natal de Souza, esta é uma oportunidade para as empresas do setor conhecerem as ações do governo federal. “O micro e pequeno empresário terá acesso à todas as informações necessárias para se tornar um fornecedor do governo federal durante o Fomenta Nacional e por isso é essencial a participação”, explica.

PARTICIPAÇÃO
As Micro e Pequenas Empresas (MPEs) tiveram uma participação de 33% no fornecimento de bens e serviços para o governo federal entre janeiro e setembro de 2012. Do total de compras públicas realizadas no período, cerca de R$ 7,5 bilhões foram feitas com este segmento. Na comparação com o terceiro trimestre de 2011, os números mostram um acréscimo nos valores nominais, pois no no último ano as vendas dessas empresas ficaram em torno de R$ 7,4 bilhões. Entre os anos de 2007 e 2012, as MPEs apresentaram um crescimento acumulado nas aquisições públicas da ordem de 58%.

Até setembro, a contratação das empresas deste porte por meio do pregão eletrônico proporcionou aos cofres públicos uma economia de cerca de R$ 2,1 bilhões. Esse valor corresponde a 48% do valor total da economia gerada pela utilização dessa modalidade, que ficou em torno de R$ 4,5 bilhões.

O evento será realizado no Minascentro, na capital mineira. A programação está disponível na página do Fomenta. - link indisponivel

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão