Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Finalistas do Prêmio Todos@Web são divulgados

Notícias

Finalistas do Prêmio Todos@Web são divulgados

Iniciativa do W3C Brasil vai premiar projetos, pessoas e instituições que promovem a acessibilidade na Web

publicado: 13/11/2014 03h00 última modificação: 24/06/2016 08h59

A 3ª edição do Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web – Todos@Web, completa nesta quinta-feira (13) mais uma importante etapa: a divulgação dos projetos finalistas, entre eles, websites, instituições, cidadãos, aplicativos e tecnologias assistivas que promovem o acesso de pessoas com deficiências na Web. Para conhecer os selecionados pela comissão julgadora, acesse: http://premio.w3c.br/finalistas/.

O prêmio, que é promovido pelo escritório brasileiro do World Wide Web Consortium (W3C), instalado na sede do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), recebeu mais de 50 inscrições durante pouco mais de dois meses. As categorias do Todos@Web são: Pessoas e instituições, Projetos web, Aplicativos e tecnologias assistivas.

"As categorias aplicativos e tecnologias assistivas concentraram a maior parte dos inscritos este ano. Isso mostra que o prêmio tem chamado atenção dos desenvolvedores web. Os profissionais desta área estão mobilizados não apenas para participar do Todos@Web, mas principalmente para tornar os sites acessíveis, que é o principal objetivo da premiação”, pontua Reinaldo Ferraz, especialista em desenvolvimento Web do W3C Brasil.

A categoria de aplicativos e tecnologias assistivas também se destacou pela qualidade dos trabalhos. Segundo Reinaldo, todos os projetos inscritos foram bastante criativos. Um player de vídeo, um sistema de gerenciamento de conteúdo e um plug-in que colabora para a acessibilidade na Web passaram para a fase final desta categoria do prêmio.

Para o secretário-adjunto da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e um dos jurados do Todos@Web, Cid Torquato, "fomentar a acessibilidade digital é fundamental para a inclusão das pessoas com deficiência, possibilitando seu acesso aos produtos e serviços, públicos e privados, disponibilizados na Internet".

Os finalistas foram selecionados por uma comissão julgadora formada por especialistas em acessibilidade, usabilidade, desenvolvimento Web, representantes de instituições de auxílio a pessoas com deficiência, representantes de governos Federal, Estadual e Municipal e pessoas com deficiência. Os requisitos de avaliação contemplaram desde questões técnicas, a exemplo do uso correto dos padrões Web, acessibilidade, semântica, até temas como criatividade, design, impacto do trabalho na promoção da acessibilidade na Web e resultados obtidos.

Premiação
A cerimônia de entrega do prêmio Todos@Web acontecerá em 4 de dezembro – na semana do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência –, no auditório da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na Barra Funda, em São Paulo. O evento é aberto ao público e terá início às 19h. Para confirmar a sua presença, envie um e-mail para eventos@nic.br. Essa será uma oportunidade para que os finalistas apresentem os trabalhos para os jurados. Os três projetos mais votados em cada uma das categorias vencerão o Todos@Web. Os detalhes sobre a premiação e os critérios de seleção estão disponíveis no regulamento http://premio.w3c.br/regulamento/.

Convite à reflexão
Em consonância com o prêmio, o W3C Brasil promoverá no dia anterior à cerimônia do Todos@Web, em 3 de dezembro, data em que se comemora o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, uma ação online. O site do escritório brasileiro do W3C (http://www.w3c.br/) adotará um recurso que deixa a página escura, com navegação possível apenas por meio do teclado. Será uma simulação aproximada da realidade de deficientes visuais. A ideia é mostrar como a acessibilidade é importante e eficaz num sítio bem construído.

Sobre o escritório brasileiro do W3C
Por deliberação do CGI.br, o NIC.br agrega as atividades do escritório do W3C no Brasil - o primeiro na América do Sul. O W3C é um consórcio internacional que tem como missão conduzir a Web ao seu potencial máximo, criando padrões e diretrizes que garantam sua evolução permanente. Mais de 80 padrões foram já publicados, entre eles HTML, XML, XHTML e CSS. O W3C no Brasil reforça os objetivos globais de uma Web para todos, em qualquer dispositivo, baseada no conhecimento, com segurança e responsabilidade. Mais informações em: http://www.w3c.br/.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br
O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (http://www.nic.br/) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. São atividades permanentes do NIC.br coordenar o registro de nomes de domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil — CERT.br (http://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — CEPTRO.br (http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação — CETIC.br (http://www.cetic.br/) e abrigar o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br
O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.

Fonte: http://www.nic.br.