Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Especialistas debatem papel da tecnologia na inovação da gestão pública

Notícias

Especialistas debatem papel da tecnologia na inovação da gestão pública

Painel foi realizado durante a II Semana de Inovação em Gestão Pública, em Brasília

publicado: 20/09/2016 18h16 última modificação: 22/09/2016 16h50

Qual o novo papel do Estado? Como a tecnologia revoluciona a relação da administração pública com os cidadãos? Estas perguntas foram o tema do painel “Inovação: a revolução das TICs, o novo papel do governo na sociedade da informação”, que ocorreu nesta terça-feira (20), durante a II Semana de Inovação em Gestão Pública, na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília. O evento é organizado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) em parceria com a Enap.

Para o secretário de Tecnologia da Informação do MP, Marcelo Pagotti, um governo digital só será alcançado no Brasil com a participação da sociedade. "Precisamos ter o foco do cidadão, estar atento às necessidades das pessoas. O governo é um prestador de serviços para a população, precisamos deixar de ser analógicos", afirmou Pagotti.

A pesquisa TIC Domicílios 2015, lançada na última semana, reforça o discurso do secretário. Cerca de 58% da população brasileira com mais de dez anos, o equivalente a 102 milhões de pessoas, acessam a internet. "Somos um país continental, somente com tecnologia vamos alcançar toda a população brasileira", disse Pagotti.

Para José Clastornik, diretor-executivo da Agência para o Desenvolvimento de Governo Eletrônico e da Sociedade da Informação e do Conhecimento do Uruguai (Agesic), o conceito de governo digital é mais amplo que o de governo eletrônico. De acordo com o diretor, a experiência uruguaia no setor se iniciou com a inclusão digital. "Para incluir digitalmente as crianças, nosso primeiro plano foi colocar WiFi grátis e distribuir computadores", explicou Clastornik. Atualmente, o país conta com internet em 70% dos lugares.

Reclame Aqui

O portal Reclame Aqui surgiu há 15 anos, após Maurício Vargas, criador do site, ter um problema com uma empresa aérea. Atualmente, o portal tem 15 milhões de acessos e 30 mil reclamações por dia. O Reclame Aqui conta também com 15 milhões de usuários cadastrados. "Somos uma empresa, não possuímos investidores porque não queremos perder credibilidade", relata Vargas. Em 2015, somente na cidade de São Paulo, a empresa ajudou a resolver um milhão de casos de consumidores brasileiros.

De acordo com Vargas, a partir deste mês todas as ouvidorias federais estarão integradas ao site. O portal fechou uma parceria com o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle. "Vamos ajudar o governo a entender este cidadão digital", disse Vargas.

A II Semana de Inovação em Gestão Pública continua até a próxima quinta-feira, 22. Acesse a página do evento para acompanhar a programação dos debates que serão realizados.

Fonte: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão