Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Enap implementa acessibilidade digital nos cursos a distância

Notícias

Enap implementa acessibilidade digital nos cursos a distância

O objetivo é ampliar o acesso às capacitações

publicado: 08/11/2015 03h00 última modificação: 20/04/2016 11h10

Para ampliar e facilitar o acesso à educação de qualidade, a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) implementou as recomendações do Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG) em seus cursos de capacitação a distância. O trabalho de ampliação das ações de acessibilidade digital na escola é uma parceria com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP), que é o órgão responsável pelo eMAG.

As melhorias nas questões de acessibilidade já são notadas por parte dos participantes. Jean Vinícius de Abreu, servidor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), foi o primeiro usuário a comentar sobre a plataforma de ensino. “Sou deficiente visual e usuário de leitor de tela. A acessibilidade e a usabilidade do ambiente virtual de aprendizagem da Enap propiciam que eu atue com igualdade de oportunidades com outros colegas”, afirma.

Para Natália da Mota, coordenadora-geral de Educação a Distância da Enap, é importante a obtenção desse tipo de feedback. “Esse retorno positivo pode ser utilizado, não somente para estimular a equipe a continuar trabalhando nesse sentido, mas para cumprir o papel de uma gestão pública que pretende democratizar o acesso de todos as suas capacitações”, disse.

O eMAG é uma ferramenta direcionada a profissionais que lidam com a elaboração de páginas governamentais. O documento traz recomendações a serem consideradas para que o processo de acessibilidade dos sítios e portais do governo brasileiro seja conduzido de forma padronizada e de fácil implementação.

Inscrições abertas

Estão abertas, até 15 de outubro, as inscrições para os cursos de acessibilidade e interoperabilidade. Destinados a gestores, técnicos e analistas em Tecnologia da Informação do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (Sisp), as formações são gratuitas e têm carga horaria de 20h. Os interessados devem acessar a página da Enap.

Para o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do MP, Cristiano Heckert, o exemplo da Enap mostra que é possível implementar a acessibilidade digital nos órgãos do governo. “Os cursos de acessibilidade simplificam o desenvolvimento, manutenção e adequação de sistemas, portais e sítios eletrônicos da administração pública ampliando o acesso ao conhecimento”, encerra.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.