Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Compras sustentáveis do Governo Federal crescem 236% em dois anos

Notícias

Compras sustentáveis do Governo Federal crescem 236% em dois anos

Ministérios da Justiça, da Educação e da Defesa foram os maiores compradores em 2012

publicado: 08/02/2013 03h00 última modificação: 25/07/2016 16h06

Brasília, 07/02/2013 - Em 2012, o Governo Federal movimentou R$ 40 milhões para aquisição de bens ecológica, social e economicamente responsáveis. Em relação à 2010, a aquisição desses bens cresceu 236%. Os números do balanço de Compras do Governo Federal demonstram ainda que houve aumento da participação de micro e pequenas empresas nas licitações sustentáveis. As contratações feitas com esse segmento empresarial responderam por 57% do total de R$ 39,5 milhões.

Os órgãos que mais adquiriram bens sustentáveis em 2012 foram o Ministérios da Justiça, da Educação e da Defesa. Juntos, eles responderam por 70% das contratações, com gastos de R$ 12,2 milhões, R$ 11,4 milhões e R$ 4,2 milhões, respectivamente. Já os bens sustentáveis mais comprados pelo governo federal foram computadores, aparelhos de ar condicionado e resmas de papel A4. Tais aquisições movimentaram R$ 10,3 milhões, R$ 8,9 milhões e R$ 7,7 milhões, respectivamente.

Apesar de estarem em franco crescimento, as compras sustentáveis respondem por 0,1% dos R$ 72,6 bilhões gastos pelo governo federal na aquisição de bens e serviços em 2012. A explicação é que a própria política de aquisições sustentáveis tem apenas dois anos.

O decreto que regulamenta as práticas e diretrizes para a promoção do desenvolvimento nacional sustentável nas contratações realizadas pela administração pública federal, de número 7746, data de junho de 2012. "Ficamos positivamente surpresos com a movimentação de R$ 40 milhões. Em 2011, esse total foi de R$ 14,2 milhões. É um crescimento que deixa clara a preocupação dos órgãos públicos com a sustentabilidade do país", afirmou Delfino Natal de Souza. O secretário relatou que a meta é fazer com que as compras sustentáveis sejam 1% do total em cinco anos. "Se atingirmos a meta, serão sete bilhões de reais. É mais do que o total das compras de muitos países", disse.

Outro dado positivo é que o pregão eletrônico foi responsável pela maioria absoluta das compras sustentáveis feitas em 2012. Das 849 licitações, 844 foram por meio de pregão eletrônico. Os números são do Portal Comprasnet, sítio que congrega todos os dados relativos às compras e aquisições de bens e serviços do governo federal.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.