Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cidades Digitais leva internet e ampliação de serviços públicos à Toledo (PR)

Notícias

Cidades Digitais leva internet e ampliação de serviços públicos à Toledo (PR)

publicado: 20/03/2015 01h00 última modificação: 12/05/2016 15h18

O programa Cidades Digitais foi inaugurado em Toledo (PR), nesta quinta-feira (19), oferecendo 14 quilômetros de fibra óptica ao município. Essa infraestrutura interliga 18 prédios públicos e dá acesso de internet sem fio na Praça Willy Barth, no Parque Ecológico Diva Paim Barth, no Ginásio de Esportes Alcides Pan e no Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer.

Com um investimento de R$ 680 mil, o programa irá atender os 128 mil moradores do município, possibilitando acesso à internet, ampliação e celeridade de serviços públicos e economia de dinheiro.

O prefeito de Toledo, Beto Lunitti, exemplicou como o projeto vai beneficiar a população. “O paciente realiza o exame e o material, que antes era impresso, agora fica disponível na rede, evitando gastos e permitindo uma melhor qualidade na visualização deste exame em qualquer ponto onde o médico precisar acessar esta imagem”, disse.

A rede de fibra óptica também passa pela Farmácia Escola e pelo Centro de Saúde do Centro. De acordo com a prefeitura, nestes locais, apenas para o acesso ao cadastro dos pacientes, o sistema demorava entre um e dois minutos. Agora, o processo é automático e gera economia de aproximadamente R$ 4 mil por mês com o custeio da internet. Ao todo, a gestão municipal estima que deixará de gastar R$ 360 mil por ano com a locação de links.

Cidades Digitais

 

Lançado em 2012 pelo Ministério das Comunicações (MiniCom), o programa contemplou 80 municípios na primeira seleção e, no ano seguinte, ao ser incorporado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), recebeu um aporte de R$ 201 milhões e selecionou outras 262 localidades com menos de 50 mil habitantes. Atualmente, existem 43 Cidades Digitais em funcionamento em todas as regiões do País.

Além do anel de fibra óptica, que interliga órgãos públicos, a rede das Cidades Digitais viabiliza instalação de equipamentos e softwares, suporte técnico e aplicativos nas áreas de saúde, educação e gestão financeira e tributária, e pontos gratuitos de wi-fi para a população.

O programa inclui ainda, por meio do Pronatec, cursos técnicos e treinamento de servidores para o gerenciamento dessa rede. Segundo a Secretaria de Inclusão Digital do MiniCom, há previsão de formação de cerca de 700 servidores municipais para atuar nas cidades beneficiadas pelo programa, sendo que 10.500 matrículas foram efetuadas somente em 2014.

Com informações do MiniCom e da Prefeitura de Toledo.

Fonte: http://www.pac.gov.br.