Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CGI.br lança série de livros sobre governança da Internet

Notícias

CGI.br lança série de livros sobre governança da Internet

publicado: 06/01/2015 03h00 última modificação: 24/06/2016 08h56

O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) inicia uma nova série de publicações com importantes edições sobre temas relacionados à governança da Internet. Com esta série o CGI.br espera editar e publicar documentos, estudos e debates sobre a Internet, trazendo ao público brasileiro importantes referências para análise, pesquisa e debate sobre os usos e governança da Internet.

Os Cadernos CGI.br, tal como foi nomeada a série, conterá três agrupamentos temáticos de publicações: referências, estudos e debates. “Com primoroso projeto gráfico, a edição regular dos Cadernos CGI.br trará ao público em geral e aos pesquisadores nacionais mais do que documentos de referência nos temas de governança da Internet. Além de traduzir para o português importantes produções internacionais, desejamos igualmente promover estudos e publicar ensaios e artigos de produção nacional", afirma Hartmut Glaser, Diretor do NIC.br de Assessoria ao CGI.br.

O primeiro livro, do eixo "Referências", traz pela primeira vez as versões em língua portuguesa dos quatro documentos produzidos durante a Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação (CMSI). “Agora em 2015, completamos 10 anos da conclusão da Cúpula e com os Cadernos CGI.br pudemos trazer ao leitor brasileiro as principais referências da CMSI numa cuidadosa tradução para a língua portuguesa dos quatro documentos resultantes dessas reuniões. Assim como neste início, esperamos que a série sempre favoreça os debates e estudos por todo e qualquer interessado no aprofundamento de um modelo democrático, multissetorial e colaborativo da governança da Internet”, ressalta Carlinhos Cecconi, gerente da Assessoria Técnica do CGI.br e responsável pela coleção.

O segundo volume do conjunto “Referências” será uma coletânea das versões em sete idiomas da “Declaração Multissetorial do NETmundial”, a ser lançado no início deste ano. No primeiro semestre de 2015, também será lançado o primeiro número da série “Estudos”, “Combate ao spam na Internet no Brasil: histórico e reflexões sobre o combate ao spam e a gerência da porta 25 coordenados pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil”.

O PDF do Caderno CGI.br “Documentos da Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação” está disponível para download em http://cgi.br/publicacao/cadernos-cgi-br-documentos-cmsi/.

Em breve os mesmos títulos também serão lançados em formato ePub para leitores de livros digitais.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (http://www.nic.br/) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. São atividades permanentes do NIC.br coordenar o registro de nomes de domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil — CERT.br (http://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — CEPTRO.br (http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação — CETIC.br (http://www.cetic.br/) e abrigar o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br

O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.

Fonte: http://www.cgi.br