Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Centro-oeste concentra 56% das compras do Governo Federal

Notícias

Centro-oeste concentra 56% das compras do Governo Federal

Sede de órgãos centrais em Brasília explica o fenômeno

publicado: 08/02/2013 03h00 última modificação: 12/05/2016 16h38

Brasília, 8/2/2013 - Os órgãos públicos federais da região centro-oeste foram os que mais efetuaram compras em 2012. Do total de R$ 72,6 bilhões utilizados pelos órgãos públicos federais para aquisição de bens e serviços em 2012, 56% foram gastos por unidades que estão no Distrito Federal. O bem mais adquirido no centro-oeste foram caminhões e o serviço mais contratado pela região é para mantenção de estradas e rodovias. Tais atividades movimentaram R$ 2,1 bilhões e R$ 2,4 bilhões, respectivamente.

A explicação para a aparente concentração de recursos no Centro-oeste, entretanto, se dá pelo fato de os órgãos centrais do governo federal estarem localizados em Brasília. Na compra de medicamentos pelo Ministério da Saúde, por exemplo, o registro da compra fica no Distrito Federal, já que o ministério têm sede em Brasília, mas os medicamentos são distribuídos Brasil afora.

Os dados, levantados a partir do Portal Comprasnet, revelam ainda que o estado que fez mais transações de compras foi o Rio de Janeiro, com um total de cinco mil atividades operadas em 2012. Entretanto, foi o Distrito Federal que movimentou mais recursos na aquisição de bens e serviços, com gastos da ordem de R$ 19,71 bilhões. Na lista das unidades federativas que mais movimentaram recursos financeiros em 2012, o Rio de Janeiro fica em segundo lugar, com R$ 5,19 bilhões, seguido pelo Rio Grande do Sul, com R$ 2,78 bilhões.

Manutenção de rodovias - Em três das cinco regiões brasileiras, a manutenção de rodovias foi o serviço mais demandado por órgãos do governo federal. Apenas no Sul e no Sudeste do país é que tal situação não pode ser verificada. Na região sudeste, os serviços mais contratados foram para a construção de obras civis públicas, enquanto no sul, os serviços de engenharia foram mais contratados.

Confira, nos gráficos abaixo, a distribuição da aquisição de bens e serviços por região:

grafico-centro-oeste1-compras-07.02.13

grafico-centro-oeste2-compras-07.02.13