Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Brasileiros são selecionados pela OEA para definir estratégias de gov 2.0 para América Latina

Notícias

Brasileiros são selecionados pela OEA para definir estratégias de gov 2.0 para América Latina

Instituto i3G aprova projeto na chamada publica “O Cidadão e o Governo Eletrônico nas Américas”

publicado: 17/08/2011 11h37 última modificação: 20/04/2016 09h51

Vale a pena divulgar a iniciativa do instituto i3G, de Florianópolis, cujo projeto foi selecionado em uma chamada internacional organizada pelo Centro Internacional de Pesquisas para o Desenvolvimento (IDRC)- Montreal, no Canadá, em colaboração com a Organização dos Estados Americanos (OEA) - Washington D.C, EUA e a Organização Universitária Interamericana (OUI) - Quebéc, no Canadá.

O objetivo da chamada pública é o desenvolvimento de uma arquitetura e implementação de políticas públicas de e-Governo capazes de definir as melhores estratégias para elaboração e execução de projetos. Também visa fortalecer as redes de governo eletrônico nos países da América Latina, em especial o Brasil.

Chamado de mGOV2, o projeto brasileiro concorreu com outros 102 projetos de 15 países, ficando entre os quatro selecionados e tem como objetivo o uso de redes sociais e telefones móveis como suporte a elaboração de políticas públicas locais, em especial o orçamento participativo. Embora aprovado em novembro de 2010, os projetos aprovados só tiveram inicio no final de abril de 2011.

O projeto propõe o uso de serviços Web 2.0, bem como o desenvolvimento de social web application para redes sociais populares (Facebook©, Orkut©, Myspace© e Twitter©, entre outras), visando maior relacionamento entre o cidadão e seus representantes, a ponto de potencializar a participação do cidadão nos processos deliberativos e decisórios que interfiram diretamente no seu cotidiano, em especial os debates inerentes as reuniões para elaboração do orçamento público (Lei Orçamentária Anual), bem como o Plano Plurianual e Lei de Diretrizes Orçamentárias do município.

Maiores informações: http://www.i3g.org.br/i3g_noticias/i3g_noticia030.html