Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Aplicativo melhora vida de deficientes visuais

Notícias

Aplicativo melhora vida de deficientes visuais

Ferramenta pode ser baixada gratuitamente em telefones celulares com o sistema operacional Android

publicado: 04/12/2013 03h00 última modificação: 12/05/2016 16h16

Brasília, 4/12/2013 - Está disponível para download em smartphones o aplicativo CPqD Alcance, desenvolvido com recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel), gerido pelo Ministério das Comunicações. O objetivo da ferramenta é facilitar o uso de dispositivos móveis por pessoas com deficiências visuais.

Disponível para smartphones com tela sensível ao toque baseados no sistema operacional Android, a aplicação do CPqD utiliza recurso de narração automática por síntese de voz para facilitar o acesso do usuário às principais funções do aparelho. Essas funções são representadas por ícones na tela touchscreen do smartphone. Na medida em que a pessoa desliza o dedo sobre a tela, uma voz sintetizada informa a função correspondente àquela área. Com mais um toque, o usuário tem acesso à função: realizar e receber ligações, enviar e receber mensagens de texto (SMS), consultar o histórico de ligações, o nível de bateria, a data e hora e a lista de contatos telefônicos, entre outras.

Além dessas funções básicas, o sistema oferece também algumas funções avançadas, como despertador (com lembrete de voz), localização e auxílio ao deslocamento, tocador de música e leitor de arquivos de texto, por exemplo. O objetivo é dar mais autonomia e privacidade à pessoa com deficiência visual.

O foco inicial do projeto são as mais de 6,5 milhões de deficientes visuais ou com grande dificuldade permanente de enxergar existentes no Brasil, de acordo com o Censo 2010 do IBGE. Mas a aplicação pode beneficiar também outros usuários de smartphones, como pessoas com baixo letramento ou pouco familiarizadas com tecnologia - como idosos, por exemplo.

Para fazer o download gratuito do CPqD Alcance, basta acessar a loja Google Play, no próprio aparelho, e procurar pelo aplicativo.

Fonte: Portal Brasil