Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Planejamento promove cultura de dados abertos nos órgãos públicos

Notícias

Planejamento promove cultura de dados abertos nos órgãos públicos

Secretário discutiu tema durante Seminário Internacional Brasil 100% Digital

publicado: 24/04/2015 01h00 última modificação: 10/03/2017 14h56

“A divulgação de dados abertos estará inserida na Estratégia de Governança Digital do Governo Brasileiro”, anunciou hoje (24) o secretário de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP), Cristiano Heckert, durante o Seminário Internacional Brasil 100% Digital, em Brasília.

Cristiano Heckert- SLTI /MP em Mesa do evento

"Abrir dados é uma forma de gerar desenvolvimento econômico e social para nosso país",  defendeu o secretário, que coordena a política brasileira de abertura de dados pelo MP. Segundo Heckert, a divulgação dos dados neste formato está alinhada com as ações do Programa Bem Mais Simples Brasil ao permitir uma melhor prestação de serviços e maior transparência às ações governamentais.

 

O representante da Open Knowledge Foundation do Brasil (OKBR), Everton Zanetti, também acredita que a publicação de dados abertos agregam valor social e econômico às ações do governo. "A promoção dos dados neste formato possibilita a participação e o engajamento da sociedade", disse.

Entre as iniciativas coordenadas pelo MP sobre o tema, estão o fortalecimento da Infraestrutura Nacional de Dados Abertos (Inda), a evolução do Portal de Dados Abertos (dados.gov.br) e o incentivo e apoio aos 216 órgãos integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP) na elaboração de seus Planos de Dados Abertos (PDA).

"Criar uma cultura nos órgãos de que a abertura de dados agrega valor e pode simplificar o fornecimento de serviços eletrônicos é o nosso maior desafio como governo", disse Heckert. Atualmente, somente o Ministério da Justiça (MJ) e o MP possuem um plano de abertura publicado.

Para o secretário de Fiscalização de Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas da União (TCU),  Daniel Jezini Neto, os órgãos de controle desejam ajudar as entidades públicas a abrirem seus dados sendo esta tarefa um dos pilares do governo digital. "Estamos no caminho do amadurecimento. Ao abrir dados, criam-se serviços, sejam eles governamentais ou da iniciativa privada", complementa.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.