Você está aqui: Página Inicial > Eixos de Atuação > Governo > Acessibilidade > Ferramentas

Ferramentas

por Catia publicado 30/05/2016 16h52, última modificação 23/12/2016 10h36

Com o objetivo de garantir a a acessibilidade digital, o Governo Federal disponibiliza ferramentas e documentos que auxiliam e orientam profissionais na construção, adequação, avaliação e correção de páginas, sítios e serviços, garantindo assim o controle da navegação e o pleno acesso, independentemente das suas capacidades físico-motoras e perceptivas, culturais e sociais.

Conheça as ferramentas dão suporte à acessibilidade:

  • Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico - eMAG - Conjunto de recomendações a ser considerado para que o processo de acessibilidade dos sítios e portais do governo brasileiro seja conduzido de forma padronizada e de fácil implementação.
  • Capacitação para desenvolvedores e conteudistas - Os cursos para desenvolvedores e conteudistas são destinados a instituições e órgãos que queiram hospedá-los em seus ambientes de EAD, sob licença Creative Commons, e visam a capacitação de profissionais no desenvolvimento, manutenção, adequação e alimentação de portais e sítios eletrônicos da administração pública, levando em consideração as orientações do eMAG.
  • Jogo da Acessibilidade Digital - O Jogo tem como objetivo ensinar os conceitos de acessibilidade digital de uma maneira simples e lúdica, com lições que vão desde o primeiro contato com o tema até os principais erros cometidos no desenvolvimento Web.
  • Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal – IDG - Conjunto de diretrizes, orientações, padrões e modelos a serem aplicados em elementos que compõem a Identidade Digital, com objetivo de qualificar a comunicação, padronizar as propriedades e soluções digitais dos órgãos públicos federais e garantir o acesso a todos.
    A IDG adota, entre outras diretrizes, os itens padrões do eMAG: Páginas com a descrição dos recursos de acessibilidade e mapa do sitio e teclas de atalho padronizadas:
    • 1: para ir ao conteúdo;
    • 2: para ir ao menu principal;
    • 3: para ir à busca.
  • Gerenciador de Conteúdo Acessível - O Suindara é um Gerenciador de Conteúdos, desenvolvido em Software Livre, que permite integrar e automatizar todos os processos relacionados à criação, catalogação, indexação, personalização, controle de acessos e disponibilização de conteúdos em portais web. A interface do sistema, que contempla todas as recomendações do ATG 2.0 (Authoring Acessibility Guidelines), disponibiliza uma barra de acessibilidade na parte superior do ambiente, a qual contém diversas opções de ajuste específicas de acordo com a necessidade de cada usuário.
    Baixe o código-fonte do Gerenciador, Manuais de instalação, uso e criação de template
  • Tutoriais, documentos traduções - No Portal do Governo Eletrônico é possível ter acesso a tutoriais, documentos e checklists, assim como traduções de conteúdos do W3C Internacional.
  • Tradutor Libras em Software Livre - entregue em 2016, o tradutor Libras em Software livre tem por objetivo democratizar o acesso aos meios digitais, através de um sistema de tradução para Libras multiplataforma. O projeto tem uma Wiki interativa para desenvolvimento de sinais e dicionários regionais, a ser utilizada pelas comunidades.
    Visite a Página do VLibras.
  • Padrões Web em Governo Eletrônico (ePWG) - Recomendações de boas práticas sobre usabilidade, redação, codificação, manutenção e arquitetura de informação agrupadas em formato de cartilhas com o objetivo de aprimorar a comunicação e o fornecimento de informações e serviços prestados por meios eletrônicos pelos órgãos do Governo Federal.
  • Padrões de Interoperabilidade em Governo Eletrônico - (ePING) - O uso da arquitetura ePING permite a troca de informações entre diferentes sistemas de TI, sejam eles de governo, empresas, outros países e até mesmo de pessoas. Os padrões são o alicerce para o fornecimento de melhores serviços à sociedade a custos mais baixos, pois permitem o compartilhamento, reuso e intercâmbio de dados e recursos tecnológicos.
  • ASES - Avaliador de Acessibilidade de Sítios - é um validador automático de páginas que auxilia os desenvolvedores durante o processo de implementação, construção e adequação de sítios para que sejam acessíveis a qualquer pessoa, independente do seu tipo de deficiência e/ou dispositivo de navegação, permitindo avaliar a acessibilidade de páginas Web, com base em testes automáticos em código-fonte (X)HTML e critérios de sucesso interpretados do Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico – o eMAG.
    Os interessados em participar da lista de discussão, tirar dúvidas e contribuir com o projeto podem acessar a Comunidade do ASES no Portal do Software Público Brasileiro (SPB).